Beleza imaculada
16 de dezembro

Nós precisamos de olhar para Maria, de fixar a Sua beleza imaculada porque os nossos olhos, muito frequentemente, ficam feridos e como que cegos pelas enganadoras imagens da beleza deste mundo. Quão nobres sentimentos, quão grande desejo de pureza e que espiritualidade renovadora poderia suscitar a contemplação de tão subline beleza! Ao mesmo tempo que a mulher, nos nossos dias, cada vez mais se põe em destaque na vida social, nada mais benéfico e mais exaltamente para ela que o exemplo desta Virgem-Mãe, irradiante do Espírito Santo, que, com a Sua beleza, recapitula em Si e encarna os autênticos valores do espírito humano.

Paulo VI, 16.5.1975